Loja

Procurar loja

Entrega Grátis

A partir de 35€

Como atingir as metas traçadas para 2023

Mas mais importante, chega também a esperança e o entusiasmo pelo que está por vir. Se os últimos tempos foram desafiantes, não se adivinha que 2023 traga menos obstáculos. Também por isso, é importante começar já a pensar no futuro e naquilo que tem como objetivo para o ano que está prestes a começar.

O ano está a chegar ao fim. Com isso, chegam as análises e o balanço do ano que passou, mas mais importante, chega também a esperança e o entusiasmo pelo que está por vir. Se os últimos tempos foram desafiantes, não se adivinha que 2023 traga menos obstáculos. Também por isso, é importante começar já a pensar no futuro e naquilo que tem como objetivo para o ano que está prestes a começar.

 

Com o mundo cada vez mais imprevisível, a capacidade de planeamento torna-se ainda mais importante. Porque se soubermos hoje onde queremos estar amanhã, até podemos não chegar lá no tempo previsto… mas certamente ficaremos mais próximos do destino.

Aqui ficam alguns passos do que pode fazer para planear o próximo ano de uma forma que pode ser aplicada na vida pessoal e profissional.

 

Comece pelo futuro

 

O primeiro passo para atingir os seus objetivos é… defini-los. E se esta afirmação é óbvia, a sua execução pode ser bem mais complexa do que parece. Definir bons objetivos implica que reflita sobre si mesmo, sobre as suas motivações, sobre o mundo que o rodeia.

Por isso, a primeira coisa que deve pensar é naquilo que o move, que o motiva. É o dinheiro? É o balanço entre vida pessoal e profissional? É a flexibilidade? É um horário fixo no qual possa desligar do seu emprego? Motivações há imensas e descobrir aquelas que realmente fazem a diferença para a sua vida no longo prazo é meio caminho andado para descobrir o que fazer a seguir.

Experimente responder por escrito a perguntas como:

  • O que é que me move?
  • Que tipo de coisas gosto de fazer?
  • Em que tipo de atividade sinto que o meu tempo é mais bem empregue?
  • Se tivesse de trabalhar uma competência técnica ou pessoal na qual sinto que poderia ser dos melhores, que competência seria?
  • Qual é o grande sonho que tenho para mim?
  • O que é que gostava que fosse uma realidade daqui a 15 anos?

 

A partir do momento em que responde a estas perguntas fica com uma ideia mais clara daquilo que pretende para si. Mas este é só o ponto de partida. 

 

Analise o que está à sua volta

 

Já percebeu o que o motiva e o sonho que tem. Isso são objetivos a longo prazo, que certamente não saberá bem como alcançar no dia de hoje. Mas não basta ter objetivos bem definidos se eles ignorarem o ambiente que o rodeia.

Se, por exemplo, tiver o sonho de caçar dinossauros talvez esteja um bocadinho fora de época, certo? O exemplo é ridículo, mas o que queremos dizer é que, de facto, é preciso analisar o que é viável fazermos com a nossa motivação, paixão e visão de futuro.

Para isso, procure fazer uma análise de:

  • Forças - que coisas faz particularmente bem e que o distinguem dos seus concorrentes? Seja uma análise a si mesmo ou à sua empresa, perceber o que são as suas forças e como é que elas o tornam mais valioso do que os seus concorrentes é essencial para saber em cima do que deve construir os seus projetos de futuro.
  • Fraquezas - em que é que os seus concorrentes se diferenciam de si pela positiva? Se tiver consciência disso, pode optar por trabalhar as suas fraquezas ou por dedicar-se a projetos em que estas não sejam competências-chave para o seu sucesso.
  • Oportunidades - o que é que está a acontecer à sua volta que lhe pode trazer boas oportunidades? Houve mudanças legais? Políticas? Ambientais? O que é que o meio envolvente lhe pode trazer de diferente que possa aproveitar para facilitar o seu sucesso?
  • Ameaças - há alguma ameaça que possa travar significativamente o seu sucesso? Qual? Liste-a e perceba como pode lidar com ela. Se ela for demasiado grande, talvez tenha de ajustar os seus planos. Se achar que não, pode avançar na mesma com o que tinha pensado. De qualquer forma, refletir sobre o que pode acontecer à sua volta e que pode impactar o seu sucesso pessoal ou profissional é meio caminho andado para que esteja preparado para quando isso acontecer.

 

Comece no futuro e ande para trás no tempo

 

Agora que já percebeu o que o motiva e o seu sonho para daqui a 15 anos, é altura de passar para o papel, todos os objetivos a curto prazo. Mas como é que o pode fazer se 15 anos é quase uma vida? Como é que alguém consegue prever como chegar a um sítio daqui a tanto tempo?

A resposta é simples: não consegue. Mas consegue dividir o tempo em fatias. Ao pensar sobre isso irá resistir aos desafios que o futuro tem preparado para si e, acima de tudo, planear o que fazer hoje para ficar mais próximo desse sonho amanhã.

Assim sendo, experimente responder às seguintes questões:

  • Qual é o sonho que gostava de ver realizado daqui a 15 anos?
  • Para conseguir esse sonho, o que é que já deverá ter conseguido alcançar daqui a 10 e daqui a 5 anos?
  • Ok, agora já descobriu o seu objetivo para daqui a 5 anos, então vamos fazer o mesmo processo: para estar aí daqui a 5 anos, o que é que acha que deve ter alcançado daqui a 4, 3, 2 e… 1 ano?
  • Finalmente chegou ao objetivo que tem para daqui a 1 ano. Mas se se limitar a fixá-lo, o mais provável é que o falhe. É preciso continuar com o processo: se quer estar aí daqui a 1 ano, onde é que tem de estar daqui a 9 meses? E daqui a 6? Então daqui a 3 meses, o que é que tem de ter alcançado?

 

Com este exercício simples, consegue fazer um trabalho que lhe permite pensar em pequenas ações, metas e feitos que o vão aproximar já no primeiro trimestre de 2023 daquilo que é o seu grande sonho.

 

Monitorize, reavalie e… aprenda com o caminho

 

Todos sabemos que, em 15 anos, os sonhos podem mudar. A boa notícia é que os seus objetivos também e que este planeamento lhe permite dar um rumo mais claro à sua vida

Portanto, o passo que falta é precisamente monitorizar e reavaliar, trimestralmente, se está a conseguir alcançar as suas metas ou não. E, no final da cada ano, se continua a sentir-se motivado com os objetivos que definiu ou se a sua visão sobre a vida mudou. As agendas da Staples podem ajudar a garantir que não se esquece de dedicar dias a este trabalho.

Este processo é normalmente utilizado em empresas, mas pode fazer muita diferença também na nossa vida pessoal. Quem sabe se hoje o seu foco não é ter um emprego muito bem pago e, daqui a 5 anos, percebe que o tempo para si e para os seus é muito mais importante do que o seu salário.

Se isso acontecer, não há problema porque este método o obrigou a refletir sobre estas questões todos os trimestres ao longo dos últimos anos. E, dessa forma, permitiu-lhe garantir que não teria um tempo sem rumo e sem caminhar no sentido daquilo que acredita, em cada momento, ser o melhor para si e para os seus.

Agora depende de si, já tem as ferramentas que precisava. Agora é o momento de começar este caminho de descoberta pessoal. Nunca se esquecendo que, independentemente da motivação, o caminho é a recompensa.

 

Bom planeamento e feliz ano novo!

Comparar Produtos

Staples