5 coisas a evitar na cozinha partilhada do escritório
Dicas e Sugestões

5 coisas a evitar na cozinha partilhada do escritório

Situações frustrantes na cozinha do escritório

Para além do colega que procura sempre conversa, e do que deixa o local de trabalho desarrumado, há outros fatores que contribuem para a irritabilidade dos funcionários. Mas há uma divisão comum do escritório que é sempre motivo de queixa e origina discussão entre empregados – a cozinha. Desde os cheiros intensos de alguns cozinhados, até às regras de higiene, nós damos 5 exemplos de situações frustrantes que acontecem diariamente na cozinha comum de um escritório, incluindo também alguns conselhos em como melhorar as regras de etiqueta e boas maneiras no dia a dia, entre colegas de trabalho.

Deixar comida no frigorífico por demasiado tempo

" width=

Colocar a comida, que pretende comer no próprio dia, no frigorífico, não tem qualquer problema, aliás, é recomendado para manter a comida fresca e prevenir intoxicações alimentares. No entanto, se a deixar ficar esquecida, o mais provável de acontecer é a comida passar do prazo, e começar a gerar bolor, deixando também um cheiro desagradável num electrodoméstico que é comum a todos os funcionários. Por este motivo, é importante incentivar à organização na cozinha, controlando as datas de validade e a frescura de alimentos colocados no frigorífico, de modo a evitar a contaminação dos alimentos dos colegas de trabalho, pois a última coisa que se quer é encontrar uma sandes completamente verde (ou o que parece ter sido uma sandes numa outra vida) ao lado de alimentos frescos.

Também é importante organizar o espaço utilizado no frigorífico, tendo em consideração que outras pessoas também usufruem do mesmo. Assim, manter algumas regras em relação ao uso do frigorífico é um requerimento. Deixe notificações na cozinha que permitam informar o pessoal sobre a implementação destas novas regras, que tais devem incluir, por exemplo, que qualquer coisa deixada no frigorífico durante a tarde de Sexta-feira, irá ser deitado fora a não ser que esteja corretamente identificado a contrariar tal regra. Para ter a certeza que não há espaço para desculpas, deixar alguns post-its e canetas na cozinha irá certamente ajudar.

Não arrumar depois de usar

 " width=

 

Quer seja depois de ter almoçado ou servido um café, deixar o local desarrumado depois de utilizado é inaceitável. Ninguém gosta de entrar na cozinha e encontrar leite derramado no balcão ou uma banca cheia de louça por lavar. Pior ainda, é encontrar restos de comida ainda nos pratos deixados no balcão ou banca. Mantenha este local comum organizado e limpo, aplicando regras de higiene e fazendo com que todos contribuam de alguma forma. Fornecer produtos de limpeza, panos, e caixotes do lixo adequados, irão certamente motivar os funcionários a manter a arrumação na cozinha, tornando-a mais limpa e apresentável.

Causar o caos com o microondas

" width=

Num dia atarefado, pode até parecer impossível dispensar tempo para almoçar e relaxar. O microondas tem um papel muito importante num escritório, por permitir aquecer ou até mesmo cozinhar quase instantaneamente a comida, mas infelizmente, nem sempre é bem cuidado. Quando finalmente chega este período de almoço, que o permite relaxar, é desagradável preparar o seu almoço e deparar-se com um microondas sujo, devido aos seus colegas o utilizarem e não colocarem tampas ou proteções nas suas embalagens, o que resulta na sujidade que frequentemente encontramos nestes electrodomésticos. Para além disto, o cheiro deixado no microondas, devido a certos pratos mais fortes em especiarias, também afecta a sua refeição, o que a pode tornar menos agradável, e com o uso contínuo do microondas, este cheiro facilmente se espalha por toda a cozinha. De novo, o nosso conselho é a implementação de regras de limpeza destes electrodomésticos, de forma a melhorar as boas maneiras no local de trabalho. Não é necessário desencorajar o uso do microondas, simplesmente aplique um código de conduta respeitável para o seu uso.

Tirar comida que não lhe pertence

" width=

Quando abrimos a porta do frigorífico e encontramos uma fatia de bolo de chocolate com um aspeto bem apetitoso, não é necessariamente um convite para comermos o que não nos pertence, que certamente iria causar problemas entre os trabalhadores do escritório. Certamente não é divertido chegar à hora da refeição e depararmo-nos com o facto de que alguém comeu a nossa tão esperada refeição, algo que é constantemente retratado na televisão, ou na internet, como uma situação engraçada, sem noção do quão frustrante a situação realmente o é. Neste caso, voltamos a recomendar a identificação de cada tupperware ou taça com o respetivo dono. Isto é certamente capaz de deter os ladrões de comida, provando que tudo o que está no frigorífico tem realmente dono, e assim deixando menos espaço para desculpas.

Cuide da louça e do material essencial à cozinha

" width=

No final do dia, é de esperar que leve todos os copos, canecas, e outros utensílios de volta para a cozinha para poderem ser lavados e usados novamente no dia a seguir. No entanto, é importante ter em conta que, apesar de estar a ser uma grande ajuda levar a louça de volta, nem sempre é boa ideia colocá-la numa máquina de lavar louça que já se encontre cheia, pois isto pode resultar no incorrecto funcionamento do electrodoméstico, o que poderá fazer com que os utensílios não sejam lavados corretamente e prontos a ser reutilizados.

Se o seu escritório não tem um electrodoméstico que lave a louça, isso não é desculpa para a deixar na banca da cozinha. É responsabilidade de cada um lavar o que utilizou e voltar a arrumar no sitio. É desagradável encontrar uma tigela com sopa de há quatro dias atrás, o que realmente representa o cúmulo da preguiça.